Jornal Letras do Alva   •   Director: Luís António Silva   •   Ano: III

Marcelo Rebelo de Sousa satisfeito com o trabalho de prevenção dos incêndios florestais em Gouveia

Marcelo Rebelo de Sousa satisfeito com o trabalho de prevenção dos incêndios florestais em Gouveia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mostrou-se esta segunda-feira satisfeito com o trabalho de prevenção dos incêndios florestais que tem vindo a ser feito, salientando o esforço das populações.

"As populações perceberam o dramatismo da situação, não querem repetições e deitaram mãos à obra", afirmou aos jornalistas, durante uma visita ao concelho de Gouveia. Marcelo Rebelo de Sousa reconheceu que ainda há casos de árvores cujos ramos batem nas estradas, como viu ao percorrer o concelho de Gouveia, no distrito da Guarda, mas salientou "o exemplo de reação das populações".

"As autarquias, a Câmara Municipal, as freguesias, as populações estão a trabalhar. Agora, é uma corrida contra o tempo", afirmou, lembrando que se trata "de uma realidade que não tem um ano". O Presidente da República disse sentir que "está a ser feito um grande esforço este ano para prevenir", aproveitando para homenagear as autarquias, as populações, as empresas, o Governo e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

"Até mesmo o primeiro-ministro estar permanentemente em exercícios, em simulações, estar um pouco por toda a parte, tem essa preocupação", considerou. Marcelo diz ser necessário "pensamento positivo" e desejar que tudo "corra muito bem" no verão. Apesar de ter "um programa um bocadinho carregado em junho", Marcelo Rebelo de Sousa disse tencionar, em julho e agosto, tal como "o primeiro-ministro e outros responsáveis e autarcas, estar no máximo de sítios possível em termos de prevenção pela presença".

"É estar lá, é correr os sítios. Penso que todos estamos vigilantes, queremos que corra bem para o país", acrescentou. Na sequência dos incêndios do ano passado, o Presidente da República visitou esta segunda-feira à tarde famílias realojadas, empresas afetadas que estão a ser apoiadas, trabalhos de recuperação de infraestruturas e projetos de reflorestação que estão a ser desenvolvidos. A visita a este concelho do distrito da Guarda terminou ao início da noite, com uma sessão na Câmara Municipal.

foto: Correio da Manhã