Jornal Letras do Alva   •   Director: Luís António Silva   •   Ano: III

Onde nasceram mais e menos bebés por 1.000 residentes nos últimos 3 anos? Em Seia ou em Oliveira do Hospital?

Onde nasceram mais e menos bebés por 1.000 residentes nos últimos 3 anos? Em Seia ou em Oliveira do Hospital?

Desde que o Município de Seia e o Município de Oliveira do Hospital criaram o incentivo municipal de apoio à natalidade, Seia em 2015 e Oliveira do Hospital em 2013, pergunta-se onde nasceram mais e menos bebés por 1.000 residentes nos últimos 3 anos? Em Seia ou em Oliveira do Hospital?

O Jornal Letras do Alva foi consultar os dados estatísticos mais recentes para perceber se este incentivo ao fim de 3 anos de implementação/duração, está ou não a incentivar os Senenses a ter mais filhos e chegámos a dados curiosos: Desde que o Município de Seia implementou esta medida em 2015 a taxa de natalidade ainda diminuiu mais, senão vejamos e comparamos os dados da Pordata de 2015 a 2017:

RESULTADO: Quer isto dizer que o aumento da natalidade já não se faz só com incentivos desta natureza que na opinião de muitos profissionais que estudam estes assuntos da demografia, este tipo de medidas chegou tarde,  com mais de uma dezena de anos de atraso, e, hoje de nada servem para os objectivos a que se propõem. Os factores que estão relacionados com a fraca natalidade são os impostos elevados do Concelho, os factores da interioridade, os baixos salários, o desemprego jovem, um Concelho pouco atractivo a investimentos e sem perspectivas de desenvolvimento de futuro, entre outros factores, sendo que estas medidas apenas servem para se dizer que se fez alguma coisa para combater o despovoamento e desertificação da nossa região o que no concreto nada representam. Além disso a dificuldade burocrática que a obtenção deste incentivo representa também poderá estar a afastar as famílias de recorrerem a este incentivo.

CONSULTE AQUI OS APOIOS que o Município de Seia atribui a quem tem filhos: http://www.cm-seia.pt/images/pdf/regulamentos/regulamento_incentivo_natalidade_e_adocao.pdf

Já no que respeita ao Concelho vizinho e “irmão” de Oliveira do Hospital, desde que o Município de Oliveira do Hospital implementou esta medida em 2013 (2 anos antes de Seia) a taxa de natalidade aumentou e muito, senão vejamos e comparamos os dados da Pordata de 2015 a 2017:

RESULTADO: Quer isto dizer que Oliveira do Hospital é cada vez mais um Concelho que reúne condições de atração de casais jovens não só para viverem e trabalharem mas também reúne um conjunto de soluções e condições sociais e económicas e de empregabilidade que está a permitir que nasçam mais bebés por cada 1.000 residentes. CONSULTE AQUI OS APOIOS que o Município de Oliveira do Hospital atribui a quem tem filhos: https://www.cm-oliveiradohospital.pt/index.php/servicos/accao-social/programa-municipal-de-incentivo-a-natalidade

EM RESUMO:

Seia em 2015 por cada 1000 habitantes nasceram 6 crianças – Posição nacional 207

Em 2016 por cada 1000 habitantes nasceram 6 crianças – Posição nacional 214

Em 2017 por cada 1000 habitantes nasceram 6 crianças – Posição nacional 205

 

OH em 2015 por cada 1000 habitantes nasceram 6 crianças - Posição nacional 212

Em 2016 por cada 1000 habitantes nasceram 6,7 crianças - Posição nacional 179

Em 2017 por cada 1000 habitantes nasceram 7,2 crianças – Posição nacional 135