Jornal Letras do Alva   •   Director: Luís António Silva   •   Ano: III

EDITORIAL DE FIM DE ANO

EDITORIAL DE FIM DE ANO

Estamos a chegar ao fim de mais um ano.

Neste final de 2018 urge reflectir sobre o Concelho de Seia e o Concelho de Oliveira do Hospital.

SAÚDE, EMPREGO, TURISMO...

A comparação não pode deixar de ser feita devido à grande mobilidade de pessoas do Concelho de Seia para o Concelho de Oliveira do Hospital, seja para passear, seja para fazer compras, seja para viverem,e, cada vez mais para irem a cuidados de saúde que Seia não tem e Oliveira tem.

Como sabemos, Seia tem as taxas mais altas de IMI, o preço mais caro da água, além que se situa no interior do País onde para acedermos a determinados serviços os cidadãos têm de se deslocar frequentemente a outras cidades.

Ao nível da assistência hospitalar o Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz com muitas e variadas especialidades e exames atrai cada vez mais cidadãos do Concelho de Seia na procura dos melhores cuidados de saúde.

O Hospital de Seia não oferece tantos serviços aos utentes como oferece o Hospital de Oliveira do Hospital.

Ao nível de desemprego a taxa entre Seia e Oliveira do Hospital também não se compara.

Oliveira do Hospital tem um nível de desemprego muito baixo em relação a Seia, assim como tem também, fruto disso, uma menor taxa de beneficiários de Rendimento Social de Inserção.

Analisando a projecção turística de ambos os Concelhos nota-se que Seia tem mais oferta ao nível de alojamentos e restauração no entanto ao nível de grandes eventos Oliveira do Hospital marca pontos, veja-se o caso da Feira/Festa do Queijo, veja-se o caso da Festa de Verão EXPOH, e mais recentemente veja-se a dinâmica que Oliveira do Hospital imprimiu nesta quadra natalícia com a grande atracção do comboio e da tenda de Natal com actividades diárias e não apenas aos fins-de-semana levando até Oliveira do Hospital centenas e centenas de pessoas de outras paragens.

Ainda a este nível de captação turística a recém abertura do Museu do Azeite na localidade de Bobadela vem com toda a certeza dar mais um empurrão ao Concelho já de si muito dinâmico e atractivo.

E Seia?

O que surgiu de novo em Seia nos últimos anos? Mais emigração, menos população, mais impostos, menos serviços de saúde, tudo menos e menos e menos. Ninguém o pode negar.

Não existimos para fazer favores a ninguém.

O Jornal Letras do Alva situa-se precisamente a meio de caminho de Seia e a meio de caminho de Oliveira do Hospital e é esta a percepção que tem.

Para o ano 2019 é nossa esperança que Seia apresente uma dinâmica de captação e investimentos maior do que tem e que Oliveira do Hospital continue na senda da evolução, pois para nós enquanto cidadãos que queremos o melhor para os dois Concelhos só queremos é que ambos ofereçam cada vez mais e melhor qualidade de vida a quem aqui vive e a quem aqui vivendo vai dando vida a este território.

Por: Luis Silva

Read 205 times
Rate this item
(0 votes)
More in this category: « Agora Sim! Vêm aí os IC´s

About Author