Jornal Letras do Alva   •   Director: Luís António Silva   •   Ano: III

Nós estamos cá

Nós estamos cá

Comemoramos o primeiro aniversário do jornal Letras do Alva.
Nesta edição especial meditemos sobre este percurso que começou em junho de 2015.
Estamos a divulgar as nossas terras, as nossas gentes, as nossas tradições. Este é o propósito existencial do jornal. Sendo uma publicação que à partida seria trimestral tem-no sido bimestral. Inicialmente a intenção era lançar 4 edições por ano, no entanto dada a colaboração de muitas pessoas tanto a escrever opiniões como a divulgar notícias estamos a sair com 6 edições ao ano. Mais duas que as previstas. No futuro queremos sair com 12 edições por ano, uma por mês, mas para isso é necessário aumentar o número de assinantes e o número de publicidades. Um projecto destes é caro, não só na impressão como no envio via ctt para todo o País e alguns Países europeus e sul-americanos e não temos qualquer organização por trás a cobrir as despesas. Se assim fosse era fácil.
Raramente publicamos notícias de âmbito nacional para encher as folhas do jornal. Não temos tido essa necessidade. As notícias que publicamos são das “nossas” terras.
Move-nos a divulgação, move-nos o “bichinho” da comunicação social que já vem de alguns anos atrás. Move-nos também a divulgação do Vale do Alva. Entendemos que o Vale do Alva está subaproveitado e não vemos reacção por parte de quem a devia ter. Ao longo deste ano marcámos presença em muita iniciativa organizada pelas forças vivas das nossas terras. Registamos a nossa presença através de reportagens escritas e fotográficas. Posteriormente divulgamos as iniciativas no jornal e na internet no nosso facebook oficial que já chega a 1000 leitores diariamente. Damos projecção às iniciativas locais e com isso ampliamos a acção das organizações.
As nossas terras são faladas e comentadas por serem terras dinâmicas, compostas por gente trabalhadora, voluntária e amiga do seu amigo que gostam de receber bem quem nos visita. Estamos a ajudar nisso ao publicar o que por cá se vai fazendo. Essa é a nossa missão, não somos pagos para isso, fazemo-lo pela convicção que desta forma estamos a ajudar as nossas terras. Enquanto nos convidarem, enquanto nos enviarem informações, enquanto reconhecerem em nós uma força viva que existe para colaborar com todos, nós estaremos cá, mas também precisamos que mais gente esteja connosco seja através de assinaturas do jornal, publicidade ou donativos que ajudem a fazer face às despesas de cada edição.

Letras do Alva marca presença na Assembleia da República

No passado dia 1 de Junho fomos o único órgão de comunicação social do Distrito da Guarda que marcou presença na Audição parlamentar na Assembleia da República sobre “Os novos desafios da comunicação social”. Estivemos e intervimos. Deixámos marca. A intervenção da nossa Sub Directora Ana Maria Batista ficou registada no site da 12.ª Comissão Parlamentar e pode ser consultada on line em morada indicada na noticia que se encontra no interior do jornal. Estivemos lado a lado com os principais Dirigentes e Jornalistas da SIC, RTP, TVI, TSF, RR e tantos outros “grandes” da comunicação social. Nós “pequeninos” fomos ouvidos e até aplaudidos pela brilhante intervenção. Edite Estrela, Presidente da Comissão deu imediatamente indicações aos assessores para publicar o nosso contributo no site da Assembleia e agradeceu a nossa presença. Para nós que não temos o dom de tudo saber, ficámos mais “ricos” nos conhecimentos que obtivemos com esta nossa presença num dos órgãos máximos do Estado que define as normas para este sector e esperamos ser novamente convidados por esta Comissão Parlamentar para assuntos futuros.

D. Manuel Felício, Bispo da Guarda escreve no nosso jornal

Já lá vão 11 anos desde que D. Manuel Felício tomou posse como Bispo da Guarda. Nós estivemos lá nesse dia. Avançámos daqui de Torroselo em duas carrinhas de 9 lugares. Uma da Junta de Freguesia e a outra do então Centro Social e Paroquial de Torroselo. Durante a semana que antecedeu a cerimónia preparámos tarjas de felicitações a D. Manuel Felício, dizendo “Torroselo dá as boas vindas ao Sr. Bispo”. No dia 16 de Janeiro de 2005 avançámos para a Guarda e marcámos presença. Hoje, passados 11 anos deste a sua tomada de posse temos o Sr. Bispo a escrever artigos exclusivos no nosso jornal e só não marcou presença no almoço comemorativo do aniversário por afazeres pessoais, mas não deixou de nos enviar uma mensagem positiva, uma mensagem tal como ele é uma Pessoa Positiva que tem sempre uma mensagem e um sorriso para nos dar. Para nós Direcção do jornal é uma honra, uma tamanha honra termos o privilégio de ler e meditar sobre o texto que nos escreveu o “Nosso” Bispo. OBRIGADO.

Agradecimentos

Porque se trata de uma edição comemorativa do 1.º aniversário do jornal parece-me importante referir aqui alguns agradecimentos e outras considerações. Começando pelas considerações de registar que foram convidados órgãos de comunicação social de Gouveia, Seia e Oliveira do Hospital para marcarem presença no almoço de aniversário do jornal. Tivemos a confirmação de dois os quais não apareceram no almoço, tendo um desmarcado a presença no próprio dia e o outro nada ter dito. Pagámos os dois almoços porque a reserva estava feita. Não sendo isso o principal motivo desta consideração, apenas serve de introdução para o que se sucedeu a seguir. Nas edições dos ditos jornais que saíram já depois disso, até agora não foi publicada uma letra sobre o aniversário do Letras do Alva. No mínimo, por uma questão até de educação e ética era o que se exigia. Apenas uma pequena nota de parabéns ao jornal não ficaria mal, penso eu, uma vez que a despesa já lá vai.
Para concluir e não me querendo alongar porque no interior do jornal há textos onde está tudo dito sobre o primeiro ano de vida do jornal, não posso terminar este editorial sem agradecer ao Director-Adjunto, á Sub Directora, aos colaboradores habituais do jornal, aos novos colaboradores como é o caso do Professor Salgado da Escola Superior de Turismo e Hotelaria, aos nossos sponsors e anunciantes, às nossas Instituições da região e aos nossos assinantes. Sem vocês isto não fazia sentido. Esperamos continuar a merecer da vossa parte a mesma confiança que nos transmitiram neste primeiro ano de vida.


OBRIGADO.

Read 133 times Last modified on segunda, 14 maio 2018 08:24
Rate this item
(0 votes)

About Author