Jornal Letras do Alva   •   Director: Luís António Silva   •   Ano: III

Divulgação não tem faltado…mas faltam outras “coisas”

Divulgação não tem faltado…mas faltam outras “coisas”

Goodyear divulga Torroselo
Num artigo publicado no site da conhecida marca de pneus Goodyear, a famosa marca divulgou Torroselo num artigo intitulado “Torroselo: um lugar nada ruim”. Neste artigo a marca convida os seus leitores a visitarem a região da Serra da Estrela mas particularmente Torroselo, a aldeia do País onde foi filmado o primeiro filme de terror em Portugal, acrescentando a essa informação vários locais de interesse que os leitores poderão visitar por cá. Atendendo à projeção da marca não duvidamos que o referido artigo teve e terá o seu alcance.

“Pintugas” visitaram Torroselo
Tal como noticiámos na edição de Dezembro, Torroselo recebeu a visita no passado dia 9 de Janeiro de um grupo de mais de 100 motociclistas provenientes de vários pontos do País. Os motards foram recebidos na sede da banda onde foram recebidos por um grupo de músicos que comprovou qualidade na execução dos temas apresentados tendo reinado um convívio salutar e de boa disposição entre todos. Foi mais um momento alto de divulgação da nossa terra que terá com certeza também o seu alcance e projecção conforme se pode ler no artigo desta edição sobre o assunto.

Montaria ao javali Serra da Estrela
Também em Janeiro mais propriamente no dia 23 o Grupo Recreativo e Desportivo de Folhadosa levou a efeito uma montaria ao javali. Marcaram presença cerca de sete dezenas de caçadores oriundos de vários pontos do País. Além da montaria ter corrido bem os participantes puderam conviver e degustar a boa gastronomia serrana no salão da Casa do Povo de Folhadosa num convívio que durou todo o dia e terminou noite dentro. Mais uma iniciativa que teve a sua projecção e divulgação do nome de Folhadosa.

O Preço Certo
O programa “O Preço Certo” é visto diariamente por mais de um milhão de telespectadores. Com o rating fixado nos 11,3% e com o share nos 27,2%, “O Preço Certo” é o programa de entretenimento mais visto em Portugal. No passado dia 16 de Fevereiro um grupo de Torroselenses deslocou-se a Lisboa para me apoiar enquanto concorrente do programa que honrosamente tive o privilégio de participar. Ora, nos minutos iniciais que nos são permitidos divulgar as nossas terras pude durante 5 minutos entregar algumas lembranças ao apresentador Fernando Mendes, lembranças de Torroselo, de Folhadosa, da Catraia de S. Romão e de Seia, sendo que tive todo o orgulho nisso mesmo.

Apesar de não ter chegado à montra final fiquei satisfeito por naqueles instantes ter tido a oportunidade de divulgar as nossas terras e algumas das nossas colectividades junto de uma audiência de aproximadamente 1 MILHÃO de telespectadores que acompanha o programa seja no País seja no estrangeiro. Mais uma participação que projectou e divulgou as nossas terras.

Sabemos que para haver desenvolvimento e progresso das nossas aldeias é preciso captar gente de fora mas também sabemos que isso por si só não basta. É preciso criar condições para cativar as pessoas a visitarem-nos mas também é essencial criar condições para que fiquem, para que pernoitem por aqui e aqui deixem algum investimento.

O que temos nós para oferecer a quem nos visita? Um grupo de turistas que sinta curiosidade em visitar as nossas terras o que encontra por cá que os possa informar dos locais e sítios a visitarem? Que estratégia tem a União de Freguesias para divulgar Torroselo e Folhadosa e atrair turistas às nossas terras?

Não é nossa intenção dar aqui a resposta a este assunto, pois cabe ao leitor fazer a sua análise isenta e caso queira enviar-nos as respostas para publicação na próxima edição do jornal teremos todo o gosto em as publicar.

Pelo que aqui vimos eventos não faltaram nas nossas terras nos últimos tempos. Estão de parabéns os organizadores das diversas iniciativas.

Parece-nos que neste aspecto da promoção turística das nossas aldeias, falta a quem tem essas responsabilidades, uma certa dose de empreendedorismo, capacidade, vontade e visão, pois, seja muito ou seja pouco haverá sempre algum dinheiro disponível para investir nessas acções.
Se querem ou não fazê-lo essa é outra questão...
Nós cá continuaremos a divulgar as nossas terras sempre que possível seja onde for.

Read 146 times Last modified on segunda, 14 maio 2018 08:25
Rate this item
(0 votes)

About Author